Aseplyne apresenta nova embalagem adaptada de Álcool em Gel

 Aseplyne apresenta nova embalagem adaptada de lcool em Gel

O grande desafio do setor industrial, que trabalha com produtos essenciais nesse cenário de pandemia é a garantia do volume crescente de produção.

Uma das questões limitantes sobre a produção de Álcool em Gel é a produção de embalagens e tampas. Quando ocorreu o aumento da necessidade dos consumidores pelos produtos essenciais, em especial pelo Álcool em Gel Aseplyne e pelos Sabonetes Aseplyne e Alyne, houve consequentemente uma crescente exponencial nas vendas.

Com isso, o espírito inovador da Cigel Cosméticos entrou em ação, mais uma vez. “Colocamos no mercado cearense uma nova versão do Álcool em Gel Aseplyne, no tamanho de 92g feita com uma embalagem a qual temos como garantir maior produção. Entendemos que produzir tamanhos individuais configura-se como uma estratégia de pulverização do produto no ponto de venda, além de fomentar o consumo consciente e evitar a estocagem no cliente”, avalia Paulo Gurgel, presidente da Cigel Cosméticos.

O novo Álcool em Gel Aseplyne 92g, com embalagem adaptada, permite o volume de produção exigido pelo mercado, pois conta com fabricação tanto da embalagem, quanto do líquido na própria Cigel, já que a indústria é autossuficiente e possui duas fábricas em uma só.

Além disso, a empresa ocupou-se em garantir que sua operação funcionasse com toda a capacidade de produção, para isso, manteve todo o quadro de colaboradores operando, inclusive fazendo 37 novas contratações para suprir a demanda.

Os novos postos no industrial foram nos setores: envase, líquido, manutenção e serigrafia. Já no time administrativo se concentram na equipe de vendas e de merchandising da Cigel. Algumas vagas são temporárias pela demanda excessiva e outras serão permanentes, pois já faziam parte do processo de expansão.

“Sabemos que para uma engrenagem funcionar 100% todas as peças precisam estar na mesma velocidade, por isso estamos todos focados em servir a população. O trabalho flui melhor quando estamos juntos e precisamos ser melhores. Não melhores que os outros, mas a melhor versão de nós mesmos em prol do outro”, garante Paulo Gurgel.

Compartilhe: