Mercado de estética cresceu 567% em cinco anos e impulsiona consumo de cosméticos

Nos últimos cinco anos, o mercado de estética brasileiro cresceu 567%, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).

Para 2019, as perspectivas de crescimento são de 1,5% a 2% em comparação a 2018, quando o setor movimentou R$ 47,5 bilhões. Segundo Paulo Gurgel, Presidente da Cigel Cosméticos esse é um mercado próspero e que tende a continuar em crescimento. “Sentimos esse forte crescimento do mercado de estética com a saída exponencial de produtos focados em salão de beleza. Principalmente de Sabonetes Esfoliantes Delicaderm, Acetonas e Removedores Alyne, além de toda linha capilar Alyne Cosméticos focada em lavatório, esses foram os mais impulsionados por esse crescimento nos salões de beleza”, aponta Paulo.

O “boom” do mercado de estética além de impulsionar a venda de cosméticos relacionados ao setor, também gera novos postos de empregos formais e de MEI, que buscam nesse segmento a saída para os tempos mais incertos da economia. De acordo com o levantamento, o número de profissionais da área aumentou de 72 mil para mais de 480 mil.

Compartilhe: